Junior Frigometal

ACOMPANHE AS NOVIDADES

Crescimento na Exportação da Carne

Você tem noção de qual pode ser a demanda de exportação de carne, tanto bovina quanto de frango, para 2020? Para chegar a essa resposta precisamos, primeiramente, buscar o contexto do mercado atual baseado nos números do mesmo em 2019. Para iniciar então, vale lembrar que em 2019, tanto a carne de frango, quanto a bovina tiveram aumentos significativos em relação à exportação. Estamos falando de 2,8% e 12,4% respectivamente. Enquanto a carne de frango teve uma exportação de 4,212 milhões de toneladas gerando US$ 6,994 bilhões, a bovina apresentou os números de 1,847 milhões de toneladas exportadas com um total de US$7,59 bilhões.

Um dos fatores que justificam esses aumentos é a consolidação em alguns mercados importantes que reconhecem a qualidade da carne brasileira e também do padrão de produção da mesma dentro do Brasil. Isso mostra que um trabalho de anos visando esse crescimento está funcionando.

Outro fator é a China, principal destino dessas exportações, que teve um aumento de volume de 34% na carne de frango e 53,2% na carne bovina, sendo isso um total de 585,3 mil e 494.078 toneladas, respectivamente. Com um problema interno em relação a carne, a peste suína africana, o país foi induzido a preencher essa lacuna deixada pela falta de carne produzida em seu território e veio a necessidade de importar e, como mencionado anteriormente, o mercado brasileiro está consolidado e com alto reconhecimento internacional.

Em um contraponto, esse aumento da demanda da exportação refletiu no mercado interno, fazendo com que o preço da carne tivesse grandes aumentos dentro do Brasil. Isso se dá pelo fato de que os números solicitados pela China acabaram desviando grande parte da produção para suprir essa demanda.

Todos esses, são números expressivos que demonstram o crescimento, a potência e a confiança que o mercado nacional conquistou com o resto do mundo. Essa consolidação cria uma expectativa grande para um crescimento ainda maior em 2020. Essa expectativa não se dá apenas por contar com o mercado Chinês como um grande consumidor de nosso produto, mas também, pelo Brasil ter consolidado essa marca no mercado internacional. Nos últimos anos, é possível perceber um considerável crescimento anual em relação as exportações.

Isso reforça a expectativa de que esse mercado continue em constante crescimento, e que possa servir de combustível para que essa marca de qualidade se mantenha, fazendo com que o Brasil continue sendo uma potência no mercado mundial da carne, ocupando ano após ano, o primeiro lugar no ranking de maiores exportadores de carne.

Whats Comercial